Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 19 de julho de 2019  


02/07/2019
O analfabeto ambiental - José Leitão

Parodiando Brecht ou

O ANALFABETO AMBIENTAL

O Analfabeto Ambiental vê apenas o próprio umbigo.

Nada enxerga além do que permite o seu cego e estúpido egoismo. O

pronome “nós” simplesmente não existe. Palavras como “família, grupo,

amizade, comum, cidadão, comunidade” não possuem sentido para ele.

A vida do Analfabeto Ambiental não tem passado e não admite futuro.

Percebe apenas a pequena parte do presente imediato e nem desconfia do

processo dinâmico e rico que compõe o tempo todo.

Não entende que se inicia nele, e não tem fim, o ambiente.

Desconhece que a leitura do ambiente é a mais importante de todas as

leituras possíveis. Que a leitura do ambiente é a interação dos sentidos com

a prática da atenção constante e que, ao observarmos uma planta, um

pássaro, um animal, estamos vendo a nós mesmos,

em outro tempo, em outro arranjo.

O Analfabeto Ambiental não desenvolveu a sensibilidade para perceber que

a vida é uma só e que, ao fazermos parte dela, devemos honrá-la.

Não aprendeu, o inconsciente, que o respeito é a moeda da convivência

e que, ao respeitarmos toda forma de vida,

estamos respeitando a vida em nós.

Coitado do Analfabeto Ambiental!

Precisa saber e sentir que o respeito começa em si próprio, se estende ao

próximo, envolve o ambiente, alcança nossa rua, nosso bairro, nossa

cidade, nosso país, nosso planeta e extrapola, atingindo o infinito universo,

que é de todos.

Triste e pobre Analfabeto Ambiental!

Desconectado, julga, o insensato,

que o mundo se resume em si próprio!!!

(Desconsiderações desautorizadas Sobre O Analfabeto Político, de Bertold Brecht.).                                                          12




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



15/07/2019 - Velhxs - Fernanda Torres - Você percebe que envelheceu quando alguém que conheceu bebê...
13/07/2019 - Que venha a cerveja 100% milho - Marcos Nogueira - Fez muito barulho a assinatura, pelo presidente Jair Bolsonaro,...
11/07/2019 - Pelo direito ao porte de livro - Reinaldo Figueiredo - Com a realização de mais uma Festa Literária Internacional de...
11/07/2019 - João Gilberto... - Ruy Castro - Ruy CastroA música popular, de toda parte, não tem muitas...
02/07/2019 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!...
28/06/2019 - O pão e a cocotinha - William Santiago -        Um dos indícios da idade, fora...
24/06/2019 - O crime de Moro - Plácido Fernandes - No Brasil, trava-se claramente uma guerra jurídica de grandes...
21/06/2019 - Aquecimento Global - Someni Sengupta (The New York Times) - A mudança climática está "comendo" as geleiras do Himalaia,...
17/06/2019 - Vermelhos - Fernanda Torres - Apavorada com os rumos do país e do planeta,...
15/06/2019 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Greve...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca