Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 17 de julho de 2018  


04/07/2018
O passado sofre - Ruy Castro

Uma das melhores histórias desta Copa até agora é a de Vassily Frolov, neto do goleiro russo Lev Yashin, que penou com Garrincha e Pelé no lendário Brasil x URSS na Copa de 1958. Certo dia, muito depois da morte do avô, o menino Vassily achou uma bola no apartamento da família, em Moscou, e foi jogar pelada com os garotos do bairro. A rua era de paralelepípedos. A bola fazia parte do acervo de Yashin e tinha o autógrafo de Pelé. As pedras castigaram a bola e apagaram o autógrafo. O passado sofre, não?

Já um amigo meu, o baiano Jorge Cravo, por circunstâncias meio malucas, tinha uma carta de Billie Holidayendereçada a ele na Bahia em 1950. Cioso dela, guardou-a dentro de um LP de Billie. Quarenta anos depois, vendeu sua fabulosa coleção de LPs para um americano. Esqueceu-se da carta e lá se foi ela, batendo asas, para o sujeito.

Pior aconteceu com as fantasias de baiana de Carmen Miranda que ficaram em poder da família depois da morte de Carmen em 1955. Nos anos 70, mais de uma cantora quis homenagear Carmen em shows usando seus vestidos originais. A família, de boa-fé, os emprestava. Os vestidos saíam suados do palco e eram lavados com água e sabão, o que não fazia bem àqueles tecidos antigos. Vários se perderam. 

Em 1990, um leitor de meu livro “Chega de Saudade” empolgou-se com a história de que, ao pedir um uísque no bar Villarino, em 1956, Vinicius de Moraes não aceitava a dose de um medidor comum. Exigia o “gabarito fosfórico” —uma dose da altura de uma caixa de fósforos Beija-Flor em pé. O leitor me presenteou com uma caixa da época, que achara na despensa de sua família. E não sabia se ria ou chorava ao me contar que aquela caixa era a única sobrevivente de um pacote inteiro. As outras tinham sido usadas pela empregada para acender o fogão. 

Ah, sim, um dia Vassily conseguiu com que Pelé autografasse de novo a bola.Encaminhado por Carlos SA.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



16/07/2018 - O que esperar de 2018? - Celso Rocha de Barros - É com grande alegria que anunciamos o início da...
16/07/2018 - Aprender e ensinar - Ruy Castro - Leio nos jornais que só 2,4% dos jovens brasileiros...
12/07/2018 - Perdão - “Perdão é como uma pétala de flor. Ressentimento é...
12/07/2018 - Não há futebol sem palavrão - Sérgio Rodrigues - Seria uma experiência científica de grande interesse artístico ou...
12/07/2018 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Predestinados...
12/07/2018 - Os cowboys de Holliwood - Rubens Shirassu Júnior* - A aparência atual do gênero está mais para caubói...
11/07/2018 - As boas do Macaco Simão - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!A...
09/07/2018 - O cantor da "Revolução Perdida" na Nicarágua - Clóvis Rossi - Nada pode ser mais eloquente a respeito da traição...
09/07/2018 - Um domingo para esquecer - Sérgio Rocha de Barros - Na história das instituições brasileiras, foi um domingo para esquecer. Como...
09/07/2018 - Gravação de "Chega de Saudade" foi um parto... - Ruy Castro - Onze dias antes, em 29/6, o Brasil fora campeão...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca