Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 15 de outubro de 2018  


13/06/2018
Decifrando a Copa do Mundo de Vladimir Putin

O mundo entra em ritmo de Copa, o que sempre inspira um desfile de parangolés ufanistas e de queixumes. Entre os últimos, um dos mais consistentes nessa edição russa do Mundial é o fato de que ele ocorre sob a batuta de Vladimir Putin, o czar do século 21 e anticristo da ocasião no Ocidente.

Sobram elementos para a rotulagem, mas ela oculta a dificuldade ocidental de entender o que a figura de Putin significa. Há um sonho estrangeiro, desde o tempo dos Románov, de ver o país integrado à Europa. Foi assim com czares europeizados, com Gorbatchov, com Ieltsin.

Namoros que resultaram em disrupções catastróficas. Referência na leitura política do país, o premiê czarista Piotr Stolipin defendia que os russos precisam da mão forte do poder central para serem uma nação.

Geopolítica fala alto. Como o historiador grego Tucídides via em Atenas uma potência marítima, aberta e iluminada, assim se vê a Europa. Já a Rússia lembra Esparta, continental, fechada e dura.

Se isso soa bobagem em 2018, examine o sucesso de Putin desde 1999. Identificou a agressividade ocidental e a reverteu em seu favor, elegeu inimigos sem escrúpulos.

O fez às custas de liberdades individuais e da criação de um fóssil vivo que é a política local. Nesse ponto, contudo, a Rússia é quase uma Suécia se comparada à adulada China.

A popularidade do presidente não se explica por exclusiva manipulação. Ele aproveitou o ciclo anterior de preços altos do petróleo, sobreviveu à baixa e deve aproveitar a alta à frente. A vida sob Putin melhorou, ainda que o sistema paraestatal da economia pareça condenado sem reformas.

Ele aprendeu a lição de Stolipin, inclusive na brutalidade --não se trata de aprovação, mas é tolice acreditar que a CIA não mate tanto quanto o FSB russo.

E a Copa? Putin lidera um país poderoso na aparência, mas pressionado por fora e por dentro. Poderá emular outro brilhante político czarista, Grigori Potemkin.

Em 1787, ele fez uma jornada à Crimeia com sua amante, a czarina Catarina a Grande, e segundo a lenda no caminho mandou montar fachadas de vilas para mostrar o progresso do país à soberana.

O torneio tem tudo para provar-se uma "vila Potemkin", como a ilusão ficou conhecida. Se não funcionar, e para isso basta um ato terrorista ou uma confusão na Síria, Putin terá de correr atrás do resultado.

Igor Gielow.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



26/09/2018 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Frase...
03/09/2018 - Rosário de desgraças no pescoço do Brasil... - Por Jacob Fortes - Diriam as cinzas do Museu Nacional, Rio de Janeiro: um...
20/07/2018 - Tarcísio no Sarau T-Bone CCBB -       Neste sábado, 21 de julho, o Sarau T-Bone ...
23/06/2018 - Virada do Cerrado 2018 - A partir de sexta-feira (29), diversas regiões administrativas de...
12/06/2018 - As boas do Cicim - Cícero Ferreira - O DF TEM 2 MILHÕES DE ELEITORESEleitor, não se...
10/05/2018 - A bomba de verdade é Donald Trump - Clovis Rossi - O que mais assusta na decisão de Donald Trump...
10/05/2018 - A baixa na alta - Janio de Freitas - O comentário sobre a desistência de Joaquim Barbosa cabe em uma...
23/03/2018 - O Facebook e a revolta dos produtos - Roberto Dias - “Move fast and break things”, eis o motto que agigantou o Facebook. A empresa seguiu-o...
21/03/2018 - SOS Mata Atlântica - A Fundação SOS Mata Atlântica convida para a mesa...
21/03/2018 - 8º Fórum Mundial da Água. Violações do Brasil ao direito à água - O Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), a Artigo 19,...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca