Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 16 de fevereiro de 2019  


14/01/2019
Á mercê do tempo - Rodrigo Leitão

Rodrigo Leitão, das terras de Sobradinho

Meus amigos, com grande satisfação, orgulho (e uma pá de saudade!) que retorno ao nosso saudável ambiente de reflexões ímpares. Com gás renovado vamos lá ao que interessa...

Nada mais prazeroso para o Homem do que ter o sabor do trabalho diário, do sustento que leva pra casa fruto do suor de seu rosto, de poder ter a dignidade necessária e básica nestes tempos sombrios. Pois bem, ainda nestes dias - e até hoje cedo - conversei com algumas pessoas próximas e outras conhecidas por amigos em comum sobre a questão do trabalho. Não somente a do trabalho x emprego (que tem muita diferença, sim!) mas também do senso pessoal e particular do que fazer, do tempo gasto para fazer e da remuneração para fazer o que se faz na empresa onde se presta o serviço.

Acreditem, uma pessoa em particular abandonou o emprego formal numa empresa conhecida de todos em prol do seu sonho de empreender para um nicho bastante específico, os portadores de necessidades especiais. Aplaudi de pé! Outras reclamaram da folha mais que onerada onde se paga para o Estado um 2 x 1 (procurem saber o real custo envolvido na contratação de um empregado). E muitas outras, na maioria delas, confessaram que trabalham somente pela renda (salário) mesmo não fazendo absolutamente nada do que gostariam.

Essa infeliz condição do trabalhador que se submete a fazer o que não gosta, em um lugar que não gostaria, com superiores enfadonhos leva-o à mercê do tempo... tempo de vida que já nos é tão mínimo quando percebemos que já o deixamos escapar por entre os dedos. Muitas questões rodearam minha cabeça como passarinhos em um personagem quando fica tonto: será mesmo que temos que trabalhar 40h semanais com um descanso semanal remunerado? Será mesmo que o meu trabalho e o seu fruto deve ser divididos como num Princípio de Pareto (80% para o patrão e 20% pro empregado)? O que faço tem alguma serventia para os outros mas especialmente para mim?

O tempo aqui envolvido para produzir estas linhas foi prazeroso porque me define quanto a um ser pensante e não necessariamente precise ser remunerado em dinheiro, um simples comentário logo abaixo de um leitor qualquer oferecendo as suas argumentações já se tornará a mais valia que tanto busco. E você, caro leitor, continua à mercê do tempo ou já arregaçou as mangas e foi mudar o mundo?

Saudo-o meu caro Rodrigo. Sua volta neste início do ano da graça de 2019 é uma dádiva, da qual, eu particularemnte muito me alegro. Tenha a certeza que não apenas eu, mas, também todos que tiverem o prazer de ler o seu artigo, ficará com aquele gostinho de quero mais. (TP).

 




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  

COMENTÁRIOS
Enviado por: Jeferson - E-mail: jeferkarin@gmail.com

Volta mais do que merecida! Nossas tardes de leitura agora serão recheada de boas informações e reflexões! Felicidades Rodrigo
Enviado por: Jose Leitao de Albuquerque Filho - E-mail: leitaozinhodf@gmail.com

Trabalho é aquilo que transforma. Se não houver transformação não houve trabalho.
Enviado por: Marcela - E-mail: marceladhb@gmail.com

Rodrigo, parabéns pela matéria! Agradeço muito de fazer parte do seu grupo de amigos , que tiveram a oportunidade de ler! Obrigada por ter compartilhado ! Aprendo muito com vc, suas palavras se encaixam em um contexto sempre valioso, sejam ditas, sejam escritas...Continue ...não para! Quero mais!! Parabéns! Vc é o cara!!!



15/02/2019 - Carol Senna e Alberto Salgado no Arte na Praça - José Edmar - Ela casou-se bem. Ele melhor, ainda. Pra quem não...
12/02/2019 - Poesia e judiciário - José Leitão -  poesia pode ser sensibilidade com criatividade inteligente, via Tarcísio...
08/02/2019 - David Vieira é o show do Arte na Praça neste sábado - O show do próximo sábado, na Praça das Artes,...
06/02/2019 - Drummariana - Livro "Caminhar". Tarcísio Pàdua - DrummarianaSabe, Drummond,O Rio já não é mais doceDepois da...
04/02/2019 - Sampa, São Paulo, Brasília -  Morei durante muito tempo em Sampa e fico feliz...
02/02/2019 - Kalliu Soares e Kleide Ferraz fazem a festa no Arte na Praça - Kalliu Soares – o Fera dos Teclados – está...
31/01/2019 - Um passageiro sem destino - Rodrigo Leitão - Estive por uns dias naquela que deveria ser a...
25/01/2019 - Simão Santos no Arte na Praça neste sábado - José Edmar - O Projeto Arte na Praça promete oferecer a Sobradinho,...
19/01/2019 - Banda 4U traz boa música e elegância para o Arte na Praça - Neste sábado, 19 de janeiro, o Projeto Arte na...
15/01/2019 - Os aplausos para Rodrigo Leitão - Volta mais do que merecida! Nossas tardes de leitura...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca