Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 17 de novembro de 2018  


13/08/2018
Desidratar para hidratar - Por Jacob Fortes

Jacob Fortes de Carvalho, de Sobradinho

Desgraçadamente a imagem tida como indissociável da figura dos que postulam cargos eletivos, em qualquer nível de governo, não é aquela ligada ao ato de servir, mas associada ao intuito de hidratar bolsos. Por mais que os lábios de um postulante declarem, sob juramento, o propósito de servir, seu coração, silencioso, aponta para o grande chafariz, o erário. Não há santo mais milagreiro que o erário; capaz de realizações miraculosas principalmente a multiplicação dos patrimônios. É a velha impostura, costumada, impudente, que grassa rua acima rua abaixo em território tupiniquim. As terras desidratadas do Nordeste, exemplificativamente, são verdadeiros oásis verdejantes para que políticos possam hidratar seus patrimônios.  É por intermédio do grande chafariz que os patrimônios, muitos deles ainda infantes, adquirem a hidratação necessária à multiplicação. Esse chafariz pródigo faz duplicar e até decuplicar patrimônios.

Durante as campanhas políticas não há postulante mais solicito. Se chega um pobre à sua porta corre solicito a socorrê-lo. O gesto encanta, apaixona o eleitor, mas o postulante: “neco de se apaixonar”.

A teoria evolutiva da seleção natural do inglês Charles Darwin (1809-1882) avaliza dizer que a horda de malfeitores dos erários tem futuro promissor. Por essa teoria os seres mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados. Destarte, de bom alvitre seria a criação, no Brasil, da galeria dos espécimes de beneméritas virtudes para que os nascentes de hoje possam, amanhã, conhecer as figuras que não se adaptaram à arte de desidratar para hidratar.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



10/11/2018 - Caminhar, o livro, o poeta - José Ahyton da Silva -   Tarcísio Pádua é esta personagem que além de...
06/11/2018 - A pergunta que não quer calar - Carlos SA - “Não tenho medo da morte, mas medo de morrer...
02/11/2018 - Achados e perdidos - Por Jacob Fortes - Procura-se uma escola que desapareceu numa aldeia chamada BRASIL;...
30/10/2018 - "Eu me basto - Por Jacob Fortes - Na literatura de administração há um singular “estudo de...
26/10/2018 - Sinceridade Lastimável - Por Jacob Fortes - A franqueza em linha reta é mais proveitosa que...
17/10/2018 - À Comunidade - Prof. José Ahyrton da Silva -    Olá caríssimos professores da nossa querida Sobradinho, quero...
09/10/2018 - Cansei! - Por Jacob Fortes - Enquanto os cientistas políticos se detêm e se enfadam...
01/10/2018 - Eu quero papai - Por Jacob Fortes - “Pelo voto a gente escolhe, de maneira definitiva e...
15/09/2018 - O silêncio da Flauta - Por Jacob Fortes - Quando uma vida demite-se da terra para subir a...
13/09/2018 - Advogado de defesa de religiosos manda promotor calar a boca - A segunda audiência dos réus acusados de desviar mais...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca