Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca

O que você espera de 2017?

 
ver todos os resultados
 
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 25 de junho de 2017  


18/05/2017
Para onde caminha o Clube SESI/SOBRADINHO - Tarcísio Pádua

Tarcísio Pádua

                       Em 18 de dezembro do ano de 2015, ofício assinado pelo superintendente do SESI/DR/DF e pelo diretor da Unidade do SESI/SENAI Sobradinho, informava aos usuários daquele Clube de Serviço que "o produto Atividade Recreativa de Final de Semana" sofreria descontinuidade a partir do início do exercício de 2016, de forma que os aludidos serviços não mais seriam oferecidos. E assim foi feito, nenhum espécie de atividade recreativa teve mais lugar naquele local. Ficando o clube entregue às moscas, seja nos fins de semana, ou em qualquer feriado.

                     Para piorar as coisas, teve início no segundo semestre de 2016, as obras para recuperação das piscinas de uso das práticas de natação e hidroginástica, atividades com centenas de alunos matriculados. A obra, cujo prazo de entrega era 6 de maio do ano corrente, foi orçada em R$ 414.639,63, porém, até hoje não teve sua conclusão. O clube conta no momento com uma única piscina própria para hidro e o pessoal da natação ficou sem nenhuma atividade.

                   No ofício citado fala-se em cenário instável e a conjuntura econômica que assola o país, entre outras, para que tal atitude fosse tomada. O que não se explica é que o chamado "Sistema S" Sesc/Senai/Sesi se abstecem com contribuição obrigatória de até 2,5% sobre folhas de salários dos chamados industriários, isto é, sobrivivem com verbas de caráter semipúblico e sem nenhuma transparência com relação ao destino dos recursos auferidos. Para se ter uma ideia, apenas a poderosa FIESP leva sozinha a bagatela de R$ 16 bilhões anuais.

                 Por sua vez, repasses do SESI e do SENAI compõem a maior parte dos orçamentos das Federações Estaduais e da também poderosa Conferação Nacional da Indústria, a CNI.Pode-se dizer que os recursos são da sociedade, não dos dirigentes dessas instituições, que não raro se lançam em carreiras políticas e com casos evidentes de utilização dessa plataforma para promoção pessoal. Como não existe transparência, fica quase impossível saber-se de quanto são os salários das centenas de diretores, superintendentes, gerentes e outros mais, espalhados em suas unidades por todo este imenso Brasil.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  

COMENTÁRIOS
Enviado por: Leitão - E-mail: leitaozinhodf@gmail.com

Vamos abrir a caixa preta do sistema S? Abs.
Enviado por: gustavo - E-mail: guaguiar86@gmail.com

bom dia amigo, temos um erro nesse seu artigo, as obras se iniciaram em fevereiro desde ano, e não na data divulgada em seu texto, sobre a obra, se o senhor tivesse se informado, saberia que a mesma, foi em carácter de emergência. Para mais informações, estou a disposição.
Enviado por: lider - E-mail: manololider@r7.com

Seu texto sobre o SESI é totalmente equivocado. O clube não está largado às moscas, muito menos desprovido de serviço social. Procure saber um pouco mais a respeito da instituição antes de escrever asneiras... não ha centenas de diretores ou superintendes, pesquise... não há grande dificuldades em saber salários, já que consta na própria web da instituição.



23/06/2017 - "ladrões de bicicleta" - Jacob Fortes - Dentre os papeis admitidos à bicicleta, o de maior...
20/06/2017 - As boas do Cicim - Cícero Ferreira Filisteu - SEMANA QUENTÍSSIMAQuer pelas fogueiras a São João – o...
16/06/2017 - As boas do Cicim - Cícero Ferreira Filisteu - SEMELHANTE / IGUALDADEA filosofia explica muito bem o que...
14/06/2017 - As boas do Cicim - Cícero Ferreira Filisteu - QUE DISGRAMA!O mineiro bem terra terra, sabe perfeitamente que...
11/06/2017 - O que falta para mudar o Brasil - Eurípedes Cardoso - 1) falta o povo querer enxergar a realidade, perceber...
09/06/2017 - Boiada sem ponteiro, sem berrante - Jacob Fortes - Assim como o ponteiro e o berrante estabilizam a...
05/06/2017 - As boas do Cicim - Cícero Ferreira Filisteu - FOGUEIRAS E AGONIASEstá-se no mês de Junho, que segundo...
26/05/2017 - Povo que não sonha se liquida - Jacob Fortes - Não é apenas o provimento de bucho que sustenta...
24/05/2017 - SOS Ribeirão Sobradinho - "Se o rio Sobradinho fosse uma pessoa, o que...
19/05/2017 - A questão do Clube SESI/Sobradinho - 1. Vamos abrir a caixa preta do sistema S? Abs....
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca