Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 19 de junho de 2019  


26/05/2019
A sutil persuasão - Ruy Castro

"Tirem suas conclusões". "Analisem". "Reflitam". Assim terminam quase todas as mensagens, postagens e repasses de Jair Bolsonaro e filhos. É uma isca lançada aos seus seguidores e leitores para que eles pensem estar participando de uma linha de raciocínio. Não é de hoje —talvez sempre tenham usado essas expressões. É uma forma de sedução, transferindo às pessoas a possibilidade de chegar a conclusões que elas julgam próprias, mas que, sem que desconfiem, são as que já estão na cabeça dos Bolsonaro. 

Não sei se é uma tática clássica ou conhecida de persuasão. Mas é, em tudo, semelhante à forma de Bolsonaro governar, parecendo transferir responsabilidades. Em vez de cuidar da segurança pública, "sugere" ao cidadão se defender por conta própria, botando um revólver no cinto. Em vez de cuidar da educação fundamental —já que declarou guerra ao ensino superior—, estimula os pais a "alfabetizar" pessoalmente os filhos, longe da professorinha comunista. Em vez de disciplinar as estradas e vias públicas, desliga os radares, evapora as multas e deixa a cada motorista a responsabilidade de atropelar e matar ou não.

Uma das últimas manifestações dessa tática foi há poucos dias, quando Bolsonaro divulgou o texto então ainda anônimo sobre a sua "impossibilidade de governar". Ao repassá-lo na rede e pedir que fizessem o mesmo, já estava implicitamente endossando-o. Mas, ao final de sua mensagem, dizia: "Com o texto abaixo, cada um de vocês pode tirar suas próprias conclusões". 

Oferecer ao povo a ilusão de "tirar conclusões", "refletir" ou "analisar" é uma forma sutil e eficiente de Bolsonaro assegurar apoio para seu cada vez mais óbvio objetivo: jogar o povo contra o Legislativo, o Judiciário e quem mais se meter na frente para, finalmente, governar sozinho. 

Perdão pelo plágio, mas cada um de vocês pode tirar suas próprias conclusões. Analisem. Reflitam. Encaminhado por Carlos SA.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



17/06/2019 - Vermelhos - Fernanda Torres - Apavorada com os rumos do país e do planeta,...
15/06/2019 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Greve...
14/06/2019 - Anestesiados e cegos - Rubens Shirassu Jr - Fahrenheit 451 de Ray Bradbury é um clássico das distopias...
10/06/2019 - Zezé Motta - Sou apaixonada por Charles Chaplin desde criança, quando o via nas...
09/06/2019 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Piada...
05/06/2019 - A ninfo do 108 - William Santiago -   Austregésilo não gostava de seu nome. E muito menos...
04/06/2019 - Paulo Cesar Pinheiro - "É um orgulho saber que estou fazendo uma coisa...
03/06/2019 - Bolsonaro, cadê sua agenda política? - Jorge Serrão - Enche o saco constatar que o Brasil é um...
26/05/2019 - Macaco Simão...Urgente - Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!Piadas Prontas!...
30/04/2019 - Palavras do Cárcere - Editorial da Folha - Em sua primeira entrevista desde que foi preso há um ano, concedida a...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca