Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca

O que você espera de 2017?

 
ver todos os resultados
 
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 21 de setembro de 2017  


12/09/2017
Muito além das conversas de botequim - Jorge Serrão

Jorge Serrão

“Seu garçom faça o favor de me trazer depressa, uma delação que não seja requentada... Um escândalo bem quente e com prova à beça... E uma cerveja bem gelada... Fecha a porta da canhota, com muito cuidado, que não estou disposto a ficar exposto à corrupção... Vá perguntar ao seu freguês do lado, qual foi o resultado no tribunal... Telefone ao menos uma vez, para o otário grampeado da vez... E ordene, ao Temerário, que aguarde a denúncia que farei antes de deixar o escritório... Seu garçom me empreste algum dinheiro, porque o Geddel perdeu o meu e o do empreiteiro... E vá dizer ao ex-Presidente, que o Moro o não perdoa quem mente na sua frente”...

É Flórida... Estava monitorando o furacão irma, em tempo real, com um aplicativo climático, quando recebo a ligação do Negão da Chatuba, pt da vida com a derrota do Flamengo para o Botafogo. Antes da providencial reclamação, o Negão reproduziu esta paródia que ele jura ter psicografado do Noel Rosa. Comentei com o Afrodescendente flamenguista da Baixada Fluminense: “Esta sua Conversa de Botequim bem que podia ter sido cantarolada pelo Rodrigo Janot, enquanto tomava aquela deliciosa saideira com um advogado do Joesley, naquele encontro casual em um boteco de uma cidade que não tem esquina, como Brasília”. O Negão disse que só gostou da qualidade da foto indiscreta – que mais parecia uma propaganda gratuita das melhores marcas de cerveja...

Perguntei ao sapientíssimo Negão da Chatuba se ele não viu mais nada, além das caixas e canecas de louras geladas, naquela foto. Certamente, ali não se travou o papo esquisito do Joesley Batista com seu executivo Ricardo Saud, definido como “conversa de bêbados”... Será que Janot bebeu a cerveja “Miller”? Como não creio, consultei o Negão. Experiente juiz aposentado de futebol de várzea, Chatubão vestiu sua toga espiritual e, magistralmente, emitiu sua “interpretação” legal do casual encontro etílico: “Olha a cara do Janot... Ele só pode ter dado um recado para o causídico do chefão da JBS... Ou ele conta tudo que sabe de verdade, ou vai se transformar em um Marcelo Odebrecht ou Marcos Valério... O brinde foi para Joesley soltar o verbo, ou não ser solto tão cedo”...

Quem sabe o Negão da Chatuba acerta mais uma flechada no alvo... O franco atirador Rodrigo Janot, que agora parece estar “bem na foto” (incluindo aquela providencialmente vazada no botequim), deve consagrar sua última semana de trabalho armando alguma denúncia contra o Presidente Michel Temer e seus fieis escudeiros, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha... Na saideira da PGR, Janot vai faturar o que puder da prisão provisória (que pode até virar preventiva) de Joesley e Ricardo... Janot também deve tirar algum proveito da temporada de Geddel Vieira Lima na Papuda... Aposta-se que o baiano, acuado, abra o bico sobre a companheirada do PMDB... Indiretamente, Janot tira outra casquinha do depoimento de Lula a Sérgio Moro, na quarta-feira...

Enquanto o dia 18 não chega, para que Janot se aposente e se prepare para virar escritor ou consultor empresarial em Compliance, o Procurador-Geral da República ficará de olho no comportamento de um poderoso desafeto: Gilmar Mendes... O supremo magistrado deixou muitos juristas, juízes, desembargadores e colegas ministros intrigados com um recente ofício enviado ao ministro da Justiça, Torquato Jardim. Gilmar mandou a Polícia Federal investigar uma reportagem da revista Veja, na qual a advogada Renata Gerusa Prado de Araújo, próxima ao grupo J&F, relatou uma conversa com Dalide Corrêa, uma funcionária do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), que pertence a Gilmar.

Gilmar ficou pt da vida ao ler na Veja que Dalide procurou Renata preocupada com a possibilidade de a delação dos executivos da JBS vir a comprometer o polêmico supremo magistrado. Na versão contada, Dalide também teria procurado a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Federal da 1ª Região, a quem manifestou a mesma preocupação. A magistrada é mãe da Renata. A advogada teria comentado que Dalide teria dito que Francisco de Assis e Silva, diretor jurídico da JBS, seria a única pessoa capaz de frear eventuais implicações da delação dos executivos contra Gilmar.

O grupo J&F era patrocinador do Instituto de Gilmar. Tanto que o ministro mandou devolver R$ 650 mil “doados” para bancar um seminário que o IDP promoveu em Lisboa, no mês de abril. A devolução ocorreu 12 dias após a revelação de que executivos da JBS firmaram acordo de colaboração premiada com a Procuradoria Geral da República. Fofocas brasilienses propagaram que Joesley Batista teria mandado avisar que não gostou do gesto de devolução do patrocínio...

O imperdoável Negão da Chatuba até me perguntou, entre uma olhada no furacão e outra molhada na palavra, muito injuriado com a vitória do Botafogo sobre o Mengão do Rueda: “Já imaginou o que pode acontecer se o sistema de sorteio do STF escalar Gilmar para avaliar um eventual pedido de soltura de Joesley? Será que o ministro, desta vez, se julgará impedido?”...

Encarei-o com severidade, olhei para o monitor meteorológico e sentei o dedo: “O furacão do Estado-Ladrão do Brasil causa mais estragos morais e materiais que o da Flórida... A Polícia Federal e o MPF já começaram a madrugada desta segunda-feira nas ruas... Quem quiser que já escolha o nome preferido de furacão, no meio da nossa infindável lista de bandidos... Aqui é Flórida, Negão da Chatuba”...




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



21/09/2017 - O recado do Supremo - Bernardo Mello Franco - Michel Temer perdeu mais uma no Supremo. Na semana...
21/09/2017 - Nossa elite é a nossa tragédia - Roberto Dias -  Livre dos terremotos e furacões que arrebentam a parte central das Américas, o...
21/09/2017 - Golpismo militar retoma sua tradição - Janio de Freitas - O que faltava não falta mais. Assim é, antes...
20/09/2017 - A razão do general Mourão e do Zezé de Camargo - Jorge Serrão - O General de Exército na ativa Antônio Hamilton Martins...
19/09/2017 - Gol na mão grande vale Rachel Dodge? - Jorge Serrão - Quem acredita no conto da carochinha de que “as...
19/09/2017 - A afronta do general - Bernardo Mello Franco -  Um general critica a Constituição e admite a hipótese...
17/09/2017 - Campeãs da corrupção - Vinicius Torres Freire - Os irmãos Batista e sua JBS foram uma grande...
17/09/2017 - Sob as barbas do PT - Bernardo Mello Franco -  A segunda denúncia contra Michel Temer não deveria despertar...
16/09/2017 - Temer poderia dar uma de Lady Gaga... - Jorge Serrão - Lady Gaga desistiu de vir ao Rock in Rio....
14/09/2017 - Janot 9 x Temer 0 Bernardo Mello Franco - Às vésperas de virar alvo da segunda denúncia, Michel...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca