Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 16 de dezembro de 2018  


07/07/2018
Faltou um De Bruyne no Brasil - Tostão

Estou triste. Confesso que também me iludi, pois achava que o Brasil, apesar das deficiências mostradas na marcação do meio-campo, contra o México, venceria, pela tradição, pela qualidade dos jogadores e pelo conjunto.

A turma do oba-oba estava eufórica. Após a vitória sobre o México, nas oitavas de final, voltaram a soberba, o entendimento de que o Brasil é o país do futebol e que os maiores craques são sempre os nossos, as afirmações de que o ótimo Alisson seria superior ao magistral e gigante goleiro Courtois e que o excelente Tite é o melhor treinador do mundo, dita pelo corporativista Muricy Ramalho, além de tantos outros pachequismos.

Bélgica mudou o sistema tático, ao jogar com uma linha de quatro defensores, três no meio-campo e três na frente (De Bruyne, pelo meio, armando as jogadas, e Lukaku de um lado e Hazard de outro). De Bruyne recebia a bola livre e tocava para os endiabrados Lukaku e Hazard. A Bélgica fez dois gols e teve chances de fazer mais. Paulinho e Coutinho não marcavam e deixavam Fernandinho sozinho, que, aliás, também errou demais, quando tinha a bola. Os belgas jogaram no sistema tático idêntico ao do México. A diferença está na enorme qualidade individual dos três jogadores mais adiantados, De Bruyne, Hazard e Lukaku.

Por outro lado, a Bélgica marcava mal, com apenas três jogadores no meio-campo, além do pouco talento dos quatro defensores. O Brasil criou um grande número de ótimas chances de gol, do primeiro ao último minuto de jogo, e só fez um, por erros bisonhos na finalização e pela atuação magnífica de Courtois. A partida poderia ter terminado com uma vitória expressiva do Brasil. Seria também justo, como foi a vitória da Bélgica, pela enorme eficiência e pelos craques que tem.

Faltou um De Bruyne no Brasil. O receio que eu sempre tive de que a ausência de um craque meio-campista, que joga de uma intermediária à outra, pudesse ser um fator muito negativo se concretizou.

Tite errou quando colocou Gabriel Jesus pela direita, com Firmino de centroavante. Douglas Costa deveria ter entrado desde o início da segunda etapa. Perdeu-se um bom tempo. Neymar teve várias chances de brilhar, mas fez escolhas equivocadas.

Acabou. Mais uma decepção. Apesar de erros pontuais, o trabalho de Tite foi excelente, e ele deveria continuar, mas sem ser santificado




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



16/07/2018 - Pela segunda vez na história, allez les bleus - Tostão -  França, merecidamente, é, pela segunda vez, campeã do mundo....
23/06/2018 - Natação na UnB - O Clube de Natação da UnB oferece aulas para...
18/06/2018 - Renovação de matrícula na Escola de Esporte - Alunos da Escola de Esporte, do Complexo Poliesportivo Ayrton Senna,...
16/05/2018 - Falta o farol - Tostão - No prédio da CBF, onde houve o anúncio da convocação,...
18/04/2018 - Neymar Jrs no Mané Garrincha - Pela primeira vez, Brasília vai abrigar uma das seletivas do Neymar...
09/04/2018 - Caveirão inaugurado - O campo de futebol em frente ao cemitério de...
07/04/2018 - Sobradinho Campeão!!! - Após 31 anos, o Sobradinho voltou a levantar a...
02/04/2018 - Centros Olímpicos ainda com vagas - Interessados em praticar esportes gratuitamente em um dos 12 centros...
28/12/2017 - João Gilberto... - Juca Kfouri - Jamais estive com João Gilberto. Nunca me cansei de...
20/11/2017 - Caveirão terá gramado sintético em 90 dias - O campo de futebol em frente ao cemitério de...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca