Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 19 de setembro de 2018  


14/11/2017
Operação Cadeia Velha no Rio de Janeiro

Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani, embarcou em Uberlândia, com destino Aeroporto Santos Dumont (RJ), por volta das 14h desta terça-feira (14). Ele foi preso pela Polícia Federal na cidade do Triângulo Mineiro durante a Operação Cadeia Velha, um desdobramento da Lava Jato.

Ele subiu na aeronave acompanhado por funcionários da Infraero, policiais e advogado. Dois policiais federais seguem viagem junto ao preso, que não estava algemado. Picciani foi o primeiro a entrar na aeronave, em um voo comercial, antes dos demais passageiros. Agora, segue para a superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

O mandado de prisão foi cumprido por volta das 6h, perto do aeroporto Tenente Coronel Aviador César Bombonato enquanto Felipe levava o pai para embarcar. Jorge Picciani, ao chegar no RJ, foi conduzido para depor.

A operação foi desencadeada no início da manhã no Rio de Janeiro e em Uberaba. Um dos alvos foi uma fazenda às margens da BR-050 em MG, onde fica a empresa Agrobilara, que pertence à família Picciani. A Agrobilara é uma das principais fornecedoras de genética de gado nelore do Brasil. Felipe estaria à frente dos negócios, que tem como sócios o pai, Jorge, e os irmãos Leonardo Picciani, ministro do Esporte, e Rafael Picciani, deputado estadual.

Durante a ação, Felipe Picciani foi encontrado em Uberlândia. A Agrobilara Comércio e Participações Ltda já foi citada em investigações da Lava Jato por supostas atividades ilícitas na delação premiada de Jonas Lopes, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ). Segundo a delação, a compra de gado foi usada para lavar dinheiro de propina.

Outras prisões

O ex-presidente da Fetranspor, Lélis Teixeira, chegou na sede da PF às 9h30. Assim como Barata Filho, ele teve mandado de prisão preventiva – sem prazo definido – expedido pela Justiça na operção Cadeia Velha.

Barata Filho e Lélis Teixeira já tinham sido presos na operação Ponto Final, em julho. Porém, em agosto, foram liberados por decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Trinal Federal. Eles tiveram a prisão revertida em recolhimento domiciliar noturno.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



17/09/2018 - Chuva!!! - Quem saiu de casa no Distrito Federal na manhã...
11/09/2018 - Haddad é o candidato do PT - O PT oficializou na tarde desta terça-feira (11/9) a...
10/09/2018 - Tempo quente e seco - Não há previsão para o fim da estiagem. O...
07/09/2018 - Bolsonaro transferido para São Paulo - Bolsonaro (PSL), foi transferido, na manhã desta sexta-feira (7/9),...
07/09/2018 - Pólo de Prevenção IST&AIDS da UnB - Orientação sobre práticas sexuais seguras e riscos de saúde...
05/09/2018 - Fachin será o relator do caso Lula - O ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF)...
03/09/2018 - Incêndio no Museu - Atingido por um incêndio na noite de domingo (2/9), o...
31/08/2018 - STJ nega pedido e Celina Leão continua ré - A distrital Celina Leão (PP) teve negado o habeas...
22/08/2018 - Segundo a ONU o futuro é da energia solar - Em análise do trabalho das unidades de geração de...
06/08/2018 - Eleições no DF com recorde de candidatos a governador - As eleições do Distrito Federal terão, neste ano, um...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca