Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca

O que você espera de 2017?

 
ver todos os resultados
 
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 18 de novembro de 2017  


15/09/2017
Parque Audiovisual de Brasília em lugar do Pólo de Cinema e Vídeo

A Secretaria de Cultura, em parceria com a Terrcap, dá o pontapé inicial para a implementação do Parque Audiovisual de Brasília.,Nesta sexta (15). Em ato na Torre de TV, será assinado Termo de Cessão de Uso pela Terracap à Cultura de área localizada à beira do Lago Paranoá. O terreno, de 147 mil metros quadrados, abrigará um equipamento cultural destinado ao fortalecimento e valorização da produção cinematográfica e das mais diversas linguagens audiovisuais.

Além da cessão de uso do espaço, será assinado também decreto que institui uma política para o parque, com as diretrizes de ocupação do local. O Parque Audiovisual de Brasília substituirá o Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, em Sobradinho, cujo terreno volta a ser gerido pela Terracap. “Este lote está posicionado em uma área muito nobre e confere mais possibilidades para atrair investidores e parceiros institucionais, permitindo a criação de um ambiente mais favorável à produção audiovisual”, detalha o secretário de Cultura, Guilherme Reis.

 

Para ele, a motivação principal para se buscar um novo lugar para o funcionamento  do polo de cinema, se deve à demanda do setor por um equipamento público capaz de suprir as carências de uma nova realidade da produção audiovisual. “O polo de Sobradinho ficou obsoleto e não atende mais a demanda de um mercado que está cada vez mais profissional, digital e diversificado em produtos”, justifica.

Parte do programa Lugar de Cultura, de valorização e fortalecimento dos espaços culturais públicos e independentes do DF, o Parque Audiovisual foi pensado no horizonte de uma política de Estado, com foco em garantir mais possibilidades para todo o setor. Isso se dará por meio de atividades formativas de interesse público, além de ações que poderão envolver concessões de espaço e parcerias estratégicas, com o objetivo de criar um fluxo para manutenção e investimentos no espaço público.

Polo Grande Otelo

Criado em 1991 em uma área de cerca de 400 hectares, o Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo sofria há mais de dez anos com o estigma do abandono. Reformado em 2013, o polo chegou a abrigar uma cidade cenográfica para a realização do longa-metragem O Outro Lado do Paraíso, de André Ristum. No entanto, pela falta de uma política efetiva, considerando que aquele equipamento já não era capaz de atender a demanda de um mercado cada vez mais profissional e diversificado, e com um conflito fundiário histórico naquela área, o polo perdia seu objetivo central, de estimular a produção audiovisual.

Em dezembro de 2016, a Secretaria de Cultura e a Secretaria de Agricultura realizaram uma audiência pública – além de várias conversas com entidades representativas do setor do audiovisual na cidade – sobre o polo de cinema. Com um terreno extenso demais para ser gerenciado e, consequentemente, um alto dispêndio orçamentário, o polo, naquela circunstância, deixara de ser referência positiva para setor audiovisual em Brasília.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



11/11/2017 - Arte na Praça hoje com Paula Gaby e convidados - A 12ª edição do Projeto ARTE NA PRAÇA apresenta...
06/11/2017 - Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional com espetáculos imperdíveis - Das quatro apresentações da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional...
03/11/2017 - Arte na Praça com Alex Paz e convidados especiais - O maestro Alex Paz - um dos artistas internacionais...
30/10/2017 - Gilberto Diener lança Aventura no Cerradinho em 7 de novembro - Site:www.molequinhopere.com.brFacebook: gilbertodiener escritorEmail: gilbertodiener@gmail.comFone: (061) 32561991  O poeta e...
11/10/2017 - Aprovada Lei Orgânica da Cultura - Foi aprovada na Câmara Legislativa, nesta terça-feira (10), a Lei...
09/10/2017 - Lei de Apoio à Cultura prevê R$ 68 milhões para o FAC - Em encontro com representantes do setor cultural do Distrito...
30/09/2017 - Arte na Praça hoje com Amélia Pinheiro - Neste sábado, 30 de setembro, a cantora Amélia Pinheiro...
27/09/2017 - Colaborador do alias lança livro nessa quinta-feira -  William Santiago convida para o lançamento do livro de...
25/09/2017 - Todos os premiados no Festival de Cinema de Brasília - A noite deste domingo (24) concentrou olhares de todo...
22/09/2017 - Festival de Brasília do Cinema Brasileiro - A crítica ao ‘Estado perverso’ dominou o Cine Brasília...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca