Busca:
   Acontece
   Artigos
   Condomínios
   Entrevistas
   Fazendo Arte
   Galeria
   Gente
   Opinião
   Promoções
   Sobradinho
   Sobradinho II
   Úteis
   Vale a pena acessar
   Esporte
   Sobradinho 48
   Planaltina
   Paranoá
   cobertura
Busca
Busca
Receba em seu e-mail as atualizações de nosso blog
Nome
E-mail
cadastrar desativar
 
  Regras do Blog | Perfil do tpadua 17 de novembro de 2018  


07/07/2018
E o Beirute virou Sobradinho por uma noite - CORREÇÃO

Eugênio Novaes
Tarcísio Pádua no lançamento do seu livro "Caminhar"

         Com o lançamento do livro “Caminhar” do poeta e jornalista Tarcísio Pádua, na noite de quarta-feira, 4 de julho, grande parte do espaço do velho Beirute da 109 Sul parecia mais um dos botecos do nosso Sobradinho dos velhos tempos, tais como Taberna, Concha Turbinada, Bambucana, Noturnos Country Clube, Lá em Casa e tantos outros. Foi um tal dos encontros com os amigos e conhecidos. Uns não se viam há mais de 20, 30 anos. A confraternização foi geral e mesmo emocionante. Como diria o pai do poeta se vivo ainda fosse “foi um furdunço dos diabos”.

         Marcaram presença naquela noite memorável  Tânia Portilho, o marido Ricardo e o filho João; Glailson Capucho; Andrea;  os jornalistas Edmar Gomes e Emicles Nobre; os irmãos  Lucas e Arthur; Sônia e as amigas Tina e Socorro; o cineasta Pedro Lacerda;  a poetisa Dora Duarte, acompanhada de Wanderlei Silva e da filha Mariana; professor Raniery Falcão; Sérgio Ferreira; Luiz Gomes; Jovino; o advogado Silvio Pereira ; Bárbara Parente e o marido; o escritor e jornalista Manoel Damasceno; o professor Leitão (Leitãozinho); o cantor e interprete Rigo Nunes; Alacilio e Fátima; Adalberto Pádua e Juliana.

         Presentes, ainda, Fábio Abarka; o comandante Peres; Edmilson Figueiredo; o poeta e escritor Pedro Paulo; Rinaldo; Euclides Papiros; o designer gráfico Helenilton; o jornalista e compositor Carlos Elias e o filho Jr; o também jornalista, cantor e compositor Byron de Quevedo; o capista Palet e a esposa Carmen. Na produção estiveram Walter Motta e a promoter Foguinho e como apoiadores Augusto Pádua e Patrícia. O autor faz questão de agradecer ao poeta Nicolas Behr, que não poder comparecer, em vista de outro compromisso e também ao radialista Celso Araújo da Rádio Cultura, bem como ao sócio-proprietário do Beirute Célio e toda sua  equipe, que não mediram esforços no atendimento sempre gentil e atenciosos a todos.

Além do livro, chamou bastante atenção, o varal de fotografias denominada “Caminhares” com registros de viagens feitas por Tarcísio por quase todo o Brasil, e ainda, Paris, Buenos Aires, Guatemala, Cidade do México, Peru, Caiena e outros. Muitos  foram os que não puderam comparecer, em face de compromissos outros, mas que fizeram questão de mandar os parabéns, como Theófilo Silva, Dorival, Antonio Caetano, Maria Pádua e Virginia, Veralúcia, Tom, Alain Bahia, Zózimo Rocha, Beto Blue, Joelma, Ricardo, Alex Jr, Querubina, Alexandre, Fernando Correia, Paulo José, Alves, Deusvaldo, Valéria Ribeiro e vários outros. Claro que todos não perdem por esperar, já que o festão mesmo vai ser em Sobradinho, só faltando definir data e local.

Graças ao olhar atento do amigo e leitor do alias Manoel Lopes, filho do nosso colaborador jornalista Cicinho, foi mostrado que a data do evento de lançamento do livro "Caminhar" estava com uma incorreção, ou seja, 7 de julho, em vez de 4 de julho. Motivo este pelo qual repetimos a mesma, com nossas desculpas aos demais.




« voltar  |  Enviar este conteúdo  |  Imprimir este conteúdo  |  Comentar esse conteúdo  |  



SEM COMENTÁRIOS



10/11/2018 - Caminhar, o livro, o poeta - José Ahyton da Silva -   Tarcísio Pádua é esta personagem que além de...
06/11/2018 - A pergunta que não quer calar - Carlos SA - “Não tenho medo da morte, mas medo de morrer...
02/11/2018 - Achados e perdidos - Por Jacob Fortes - Procura-se uma escola que desapareceu numa aldeia chamada BRASIL;...
30/10/2018 - "Eu me basto - Por Jacob Fortes - Na literatura de administração há um singular “estudo de...
26/10/2018 - Sinceridade Lastimável - Por Jacob Fortes - A franqueza em linha reta é mais proveitosa que...
17/10/2018 - À Comunidade - Prof. José Ahyrton da Silva -    Olá caríssimos professores da nossa querida Sobradinho, quero...
09/10/2018 - Cansei! - Por Jacob Fortes - Enquanto os cientistas políticos se detêm e se enfadam...
01/10/2018 - Eu quero papai - Por Jacob Fortes - “Pelo voto a gente escolhe, de maneira definitiva e...
15/09/2018 - O silêncio da Flauta - Por Jacob Fortes - Quando uma vida demite-se da terra para subir a...
13/09/2018 - Advogado de defesa de religiosos manda promotor calar a boca - A segunda audiência dos réus acusados de desviar mais...
Destaques
Registros Históricos - Carlos I.S. Azambuja
São registros históricos que comprovam a veracidade do que dizemos quase que diariamente. Quem diz o contrário é ignorante, por não ter nascido naquela época e não haver estudado a História verdadeira (com agá maiúsculo), ou por ser mal intencionado mesmo, como...



Pólo de Cinema. O sonho não acabou, ainda - Pedro Lacerda*
Não é a primeira vez que alguém tenta acabar com o sonho do Pólo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, localizado em nossa Sobradinho. Desta vez, nos parece que é o próprio governo que está pretendendo dar um fim...



Marcada para segunda-feira,4, Audiência Pública para tratar do Ribeirão Sobradinho
Está marcado para acontecer dia 4 de novembro, uma segunda-feira, Audiência Pública proposta pela Câmara Legislativa do Distrito Federal exclusiva para tratar do Ribeirão Sobradinho. O evento será às 15 horas na Casa do Ribeirão Q. 9 Área Especial, frente para...



Busca